Curiosidades Sobre Odontologia

Curiosidades Sobre Odontologia

Desses dentistas, inscreveram-se no Serviço Sanitário, entre 1900 e 1925, 172 homens e nove mulheres. Por ter sido o mais votado, João Baptista Gonçalves conquistou o cargo de presidente e o registro profissional de número 01. Os demais eleitos foram, pela ordem, Edson Almeida e Silva (secretário-geral), Maria Célia Pereira dos Santos, Gerson Guimarães e William Sebastião Taveira. Na suplência, ficaram Alvino Ramos, Antônio Passos Barbosa, Alpheu da Veiga Jardim, Célio Bizzotto e Erly Procópio. À época, uma comissão foi montada para arrecadar recursos para a sede própria da associação, mas os membros renunciaram.

Ressalta-se que o CROGO é uma entidade prestadora de serviço público, criado por lei federal (Lei nº 4.324, de 14 de abril de 1964), para fiscalizar as profissões odontológicas regulamentadas, em defesa da sociedade. Na Grécia e na Roma antiga, utilizavam ossos e conchas de ostras trituradas para realizar a limpeza dos dentes. Já na China acredita-se que a população realizava rituais religiosos para tratar dor de dente e o também chamado verme dental. Em 1820, chegou ao Brasil o francês Eugênio Frederico Guertin para exercer a função de dentista no Rio de Janeiro. Foi ele o primeiro autor de uma obra de odontologia feita no Brasil e de nome “Avisos Tendentes à Conservação do Dentes e sua Substituição”. A partir de então chegaram ao Brasil outros dentistas franceses, trazendo o que de melhor havia na odontologia mundial.

Por certo deveriam existir “mestres” de vários ofícios, inclusive mestres cirurgiões e barbeiros, que “curassem de cirurgia, sangrassem, tirassem dentes, etc.” As próteses primitivas eram bem rudimentares, com dentes esculpidos em osso ou marfim amarrados com fios aos elementos remanescentes. As próteses totais eram esculpidas em marfim ou osso utilizando-se dentes humanos e de animais, retendo-as na boca por intermédio de molas entre uma arcada e outra. Uma das próteses mais famosos são as do presidente dos Estados Unidos George Washington, várias em exibição no Museu de Odontologia de Baltimore.

22Os Estados Unidos eram, no século XIX e início do XX, um importante centro de formação de dentistas e para lá se dirigiram profissionais brasileiros em busca de especialização. Entre 1903 e 1926 formaram-se 221 mulheres (19,23% do total de graduados) e 928 homens (v. Tabela 1). Essas escolas propunham a formação teórica e prática dos alunos, o que muitas vezes era dificultado pelos custos de instalação de gabinetes dentários ou de locais adequados para o exercício clínico. 8Apesar de licenciada, Deolinda foi aceita, em 1905, como sócia da Associação Odontológica Paulista, que fazia grande campanha contra os ‘charlatães’ e pela necessidade de formação e diploma para o exercício profissional (SOP, nov. 1905). Em 1847 a viúva Arson publicava um anúncio oferecendo seus serviços; em 4 de janeiro de 1848, Maria Arthot oferecia pelo Jornal do Commercio “um prodigiosíssimo específico, ultimamente descoberto” para “tirar a dor de dente para sempre” (citado em Renault, 1978, p.52). Beiral e o dentista Augusto divulgavam, no Almanaque Laemmert, que extraíam e chumbavam dente de ouro. Neste site, o CROGO coloca à disposição da comunidade e de todos os profissionais da Odontologia informações sobre ética odontológica e exercício profissional em Goiás e no Brasil.

como surgiu a profissão de dentista

19As políticas públicas voltadas para saúde bucal no período visavam, sobretudo, estabelecimentos mantidos pelo governo, como presídios, polícia civil e escolas. 15Em Odontologia no Brasil durante o século XX, Rosenthal, citando crônica de Machado de Assis no capítulo “A faceta de porcelana mulher na odontologia”, diz que o escritor se refere a Izabel de Souza Mattos, dentista diplomada. Costa informa que a crônica de Machado de Assis data de 1878, portanto seria anterior à Lei Leôncio de Carvalho, que permitiu o acesso das mulheres aos cursos superiores.

História Da Odontologia

O Blog Eu Amo Odonto da Dental Speed foi criado em 2013 com o intuito de promover conteúdos relevantes sobre odontologia e que auxiliem cirurgiões-dentistas e universitários de todo Brasil em sua prática clínica. Aqui você encontra dicas, práticas, casos clínicos, novidades do mercado, curiosidades e muito mais. Responsável por todos esses progressos da categoria, o sindicato continuou tendo grandes dirigentes como Sebastião Gonçalves de Carvalho, Nelcy Baptista Chaves, chegando finalmente no atual presidente, Agostinho Fernandes dos Santos Filho. Vem sendo construída diariamente por todos os profissionais da prótese em frente as suas bancadas, e, a cada dia cresce mais e mais em todo o mundo, através do talento, dedicação e perseverança dos profissionais que á integram. Evoluímos gradativamente através de 11 congressos nacionais, 7 jornadas cientificas além de diversos cursos de atualização e aperfeiçoamento realizados na sede do Sindicato e da ABPD e diversas palestras junto ao CRO-RJ, e também de publicações cientificas que hoje já são elaboradas e dirigidas aos profissionais da prótese.

Quiz: Você Conhece Bem A Sua Profissão?

Muitas delas buscaram regularizar seus diplomas em outra instituição, como na Escola Livre de Farmácia de Pindamonhangaba. Localizamos dentistas que iniciaram seus estudos em outra área da saúde e solicitaram transferência para a odontologia, assim como profissionais da odontologia que migraram para outras áreas, como a medicina. A preocupação com a saúde bucal da infância e a consequente criação de serviços voltados para esse fim abriram um mercado novo de trabalho para as dentistas em clínicas particulares, escolas e entidades assistenciais. O primeiro dispensário em São Paulo, criado no Grupo Escolar Prudente de Morais em 1912.

Curiosidade Sobre A Odontologia: 09 De Novembro De 1929

Podem também tratar cáries, fazer extrações e intervenções cirúrgicas, corrigir a mastigação, problemas estéticos e até mesmo solucionar distúrbios do sono. Com a colonização, a partir de 1500, os portugueses trouxeram os barbeiros para tratar dos dentes da população. O exercício da arte dentária no país foi regularizado em 9 de novembro de 1629, com a carta régia de Portugal, que determinava que todo barbeiro teria que passar por exames para provar suas habilidades. Com a vinda da família real para o Brasil, o cirurgião-mor do exército, José Correia Picanço chegou para controlar o exercício das funções realizadas pelos sangradores. Entre os mamíferos carnívoros, a perda dos dentes é um dos motivos mais importantes de morte, pois impede os animais de caçar, se alimentar e dificultam a sua defesa. Inicialmente denominada “arte dentária”, a odontologia evoluiu através dos tempos até se tornar uma Ciência da Saúde.


Sem comentários

Desculpe, o formulário de comentários está fechado neste momento.